Three examples of custom made gearboxes
Redutores especiais

Nossos experientes engenheiros de desenvolvimento encontram sempre a solução ideal para sua aplicação. Independentemente das exigências específicas da sua aplicação, somos capazes de desenvolver transmissões especiais exatamente de acordo com aquilo que desejar.

PLE

Incomparável: este redutor planetário é da máxima eficiência, mesmo com velocidades de rotação máximas.

Ir para o produto
PLQE

Redutor planetário fácil de montar, que absorve forças elevadas com baixa geração de calor.

Ir para o produto
PLPE

O redutor planetário econômico com melhor desempenho sem geração de calor.

Ir para o produto
PLHE

Isto é progresso: com este redutor planetário, precisão e produtividade se encontram.

Ir para o produto
PSBN

Redutor de precisão de alto desempenho, com engrenagem helicoidal para um acionamento especialmente silencioso.

Ir para o produto
PSN

Redutor helicoidais de precisão, com sincronismo silencioso para cargas elevadas.

Ir para o produto
PLN

Redutor planetário de engrenagens retas perfeitamente vedado, que oferece o máximo desempenho e sempre apresenta a rigidez necessária.

Ir para o produto
PLFE

O redutor planetário mais curto com máxima rigidez de torção e eixo de saída com flange.

Ir para o produto
PSFN

Redutor de precisão de carga máxima, com acionamento especialmente silencioso e com flange de saída.

Ir para o produto
PLFN

Redutor de precisão para cargas máximas, de alto desempenho, montado rápido e facilmente.

Ir para o produto
WPLE

Redutor planetário angular versátil, com baixo peso e produtividade convincente.

Ir para o produto
WPLQE

Redutor planetário angular com flange de saída universal – versátil na montagem para forças elevadas.

Ir para o produto
WPLPE

Redutor planetário angular econômico para forças especialmente elevadas – montagem versátil e lubrificação permanente.

Ir para o produto
WPLN

Redutor angular versátil com engrenagens em cotovelo espiral para um acionamento silencioso.

Ir para o produto
WPLFE

Redutor planetário angular menor com flange de saída e maior rigidez de torção.

Ir para o produto
WPSFN

O menor redutor angular de engrenagens espirais com flange de saída e eixo oco.

Ir para o produto
WGN

Redutor cônico com engrenagem em cotovelo espiral, com eixo vazado, silencioso e com uma ligação sólida.

Ir para o produto
HLAE

Redutor planetário único com Hygienic Design certificado - ideal para processos de áreas classificadas.

Ir para o produto

Redutores cônicos

Este tipo de transmissão é caracterizado por o eixo de entrada e o eixo de saída estarem dispostos em direções diferentes. Geralmente, os redutores cônicos com um ângulo de 90 graus conseguem ser colocados entre a entrada e a saída. Dependendo do tipo de transmissão, os eixos podem se cruzar em um nível ou em dois níveis paralelos, o que resulta em uma separação dos eixos.

Redutores cônicos são realizados com tipos diferentes de endentados ou combinando tipos diferentes de endentados. Os tipos mais comuns de transmissões de estágio único são engrenagens cônicas e engrenagens por parafuso sem-fim.

Condicionadas por elevadas multiplicações e por uma baixa eficiência, as engrenagens por parafuso sem-fim conseguem um efeito de autobloqueio. Em engrenagens por parafuso sem-fim também é possível que o eixo de saída seja um eixo vazado.

Engrenagens cônicas existem em diferentes tipos de endentados. Engrenagens cônicas com eixos cruzados são realizados com rodas cônicas de endentados retos, helicoidais ou de arco espiral. Engrenagens cônicas hipoides possuem um endentado de roda cônica de arco espiral, no qual os eixos se cruzam com uma separação dos eixos. A gama de multiplicações tecnicamente significativas que podem ser realizadas com o estágio de roda cônica é maior em engrenagens hipoides do que nas engrenagens cônicas clássicas.

Engrenagens cônicas também podem ser combinadas com outros tipos de engrenagem. Um caso comum é a combinação de um redutor planetário em que este pode ser ligado a montante ou a jusante. Isso resulta em uma grande variedade de multiplicações finais e em uma ampla gama de usos em muitas aplicações industriais.

A eficiência das engrenagens cônicas é, por princípio, inferior à das engrenagens retas coaxiais, particularmente em comparação com redutores planetários. Isto se deve ao fato de o estágio da roda cônica gerar forças axiais e radiais altas, que devem poder ser compensadas pelo respectivo mancal. A capacidade de dissipação aumenta, o que se faz notar especialmente no estágio de transmissão do redutor.

A suavidade e os torques transmissíveis de endentados de rodas cônicas clássicos também são menores do que em endentados retos simples. Porém, engrenagens hipoides têm uma alta suavidade de funcionamento e conseguem transmitir torques elevados, mas é feita uma carga elevada no rolamento no estágio da roda cônica.

Resumindo, um redutor cônico ou uma engrenagem cônica são sempre usados se o espaço na aplicação for limitado ou se a aplicação exigir uma disposição cônica da transmissão e da saída. Também são usadas se o eixo de saída for um eixo vazado para executar linhas ou usar conjuntos tensores.

 

Vantagens dos redutores cônicos:

  • Utilização em espaços limitados
  • Design compacto
  • Podem ser combinadas com outros tipos de transmissão
  • Suavidade e torques elevados ao usar engrenagens cônicas hipoides
  • Possível modelo com eixo vazado

 

Desvantagens dos redutores cônicos:

  • Estrutura mais complexa
  • Menor eficiência do que nos redutores planetários
  • Menor suavidade
  • Torques menores na gama de multiplicação de estágio único

Engrenagens cônicas


Engrenagens hipoides


Você tem alguma dúvida?
Fale conosco!
Telefone